18 de fevereiro de 2020

O espírito da coisa!

os inocentes

Fantasmas, espíritos, espectros! Personagens imemoriais no folclore mundial e nas narrativas fantásticas. Nos romances e contos do século XIX, espíritos ganharam a forma e significados usados ainda hoje como agentes manifestados de ações sobrenaturais. Shakespeare introduziu o fantasma de Banquo para sinalizar o início da desgraça de Macbeth. Em A Casa das Sete Torres, Nataniel Hawthorne diz que fantasmas não existem, mas se existissem certamente que aquelas formas espectrais que passavam atrás da cortina seriam fantasmas...

Inicialmente o cinema usou fantasmas como elementos para comédias e a partir de filmes como The Uninvited (em Casas Assombradas) foi conduzindo-os a uma abordagem mais psicológica, como reflexos de dramas humanos. Fantasmas vieram para ficar e alterações em sua gênese oscilam conforme oscilam as leituras a cada momento sócio-cultural distinto.
E com esse título genial o Black Phillip traz aqui uma seleção de 20 filmes de espíritos! Alguns se confundem com filmes de casarões assombrados, então confira também as seleções já feitas de Casas e Hotéis!

1961 The Innocents (Os Inocentes) • Esse é um daqueles filmes que participa de várias seleções: é clássico dos góticos, dos filmes de espírito, dos casarões e do cinema de terror! Baseado em novela de Henry James, imprescindível marco do gótico vitoriano. Deborah Kerr é uma professora contratada para a formação de duas crianças em um mansão. No convívio com elas, descobre fatos assustadores sobre a professora anterior e seu caso com o jardineiro. Ambos falecidos mas seus espíritos podem estar ainda no local e influenciando as crianças. Sofisticado em sua imersão sensorial que faz até o silêncio funcionar de forma apavorante. Irretocável clássico do fantástico com um incrível trabalho fotográfico de Freddie Francis. Primeiro filme de Pamela Franklin. 👻👻👻👻👻

____________________________
1974 Voices • David Hemmings e Gayle Hunnicutt perdem o filho em um afogamento e precisam ajustar a relação e superar as crises. Passam uma temporada curta em um velho casarão de campo, desabitado há muito tempo. Mas Gayle não parece ter superado totalmente seu trauma e começa a ouvir vozes e risos de crianças pelo local. Baseado em peça teatral, Voices é um primor de encenação. É praticamente um teatro filmado, com os dois atores em cena o filme todo em um mesmo cenário. Centrado no conflito emocional do casal, é um show claustrofóbico precursor de Os Outros e seguindo mais ou menos a estrutura de Inverno da Sangue em Veneza. Destaque à música do modernista Richard Rodney Bennett como o principal (senão único) "efeito especial" da fita. Imperdível para fãs de Hemmings. Os protagonistas estiveram realmente casados no período. 👻👻👻👻

___________________________
1977 Audrey Rose (As Duas Vidas de Audrey Rose) • Marsha Mason e John Beck vivem a vida ideal junto à filha Susan Swift até que ela começa a ter inexplicáveis pesadelos e transes. Aparece Anthony Hopkins dizendo que a menina é a reencarnação de sua filha Audrey Rose, falecida em um acidente automobilístico. Dirigido por Robert Wise e roteirizado por Frank de Felitta, baseado em seu próprio romance, o filme é de uma perfeição estrutural invejável. O problema é que essa perfeição toda se vale mais do drama dos personagens do que ingredientes fantásticos e o resultado é: drama demais, terror de menos... 👻👻👻

_______________________________
1980 The Fog (Bruma Assassina) • John Carpenter em sua Era de Ouro. Conduzidos por um nevoeiro, espíritos de antigas vítimas de um naufrágio, invadem uma cidade litorânea em busca de um tesouro que lhes foi roubado. Expectativa e mistério genialmente manipulados pelo diretor de forma a manter o interesse sem incorrer na explicitação. No elenco de figuras cult: Hal Holbrook, Adrianne Barbeau, Tom Atkins, Jamie Lee Curtis e sua mãe Janet Leigh. 👻👻👻👻

____________________________
1983 The Entity (Enigma do Mal) • Mais um Frank de Felitta. Aqui ele roteiriza baseado em seu livro mais famoso depois de Audrey Rose. Barbara Hershey é uma mulher solteira e com três filhos que começa a ter sua casa atacada por espírito violento. A entidade a assalta sexualmente sucessivas vezes até que uma equipe de cientistas investiga o caso. Mais ou menos uma variação "tarada" de Poltergeist em produção de primeira e uma direção perfeita na condução de suspense. Envolvente e com um senso de pavor muito próprio. 👻👻👻👻

________________________________
1988 High Spirits • Peter O'Toole é ameaçado de despejo pelo atual proprietário do castelo onde gerações de sua família vivem por mais de 200 anos. A única forma de se manter no local será transformá-lo em um parque de atrações fantasmagóricas. Finalmente os próprios fantasmas locais da família vão intervir para evitar o despejo. Comédia mediana do irregular Neil Jordan. Entre os altos e baixos do diretor, High Spirits fica na média. Visualmente é um espetáculo, o elenco é ótimo (Daryl Hannah, Steve Guttenberg, Liam Neeson) e a música de George Fenton é excelente, mas o humor é bobinho e não sustenta bem o filme. 👻👻

________________________________
1996 Frighteners (Os Espíritos) • Genial variação cômica de roteiro em um filme que ajudou a projetar a carreira de Peter Jackson internacionalmente. Michael J. Fox é um caça-fantasmas charlatão que tem a ajuda de três espíritos em seus supostos serviços. Até que se depara com o caso do espírito de um serial killer que continua atuando, auxiliado por um parceiro vivo! Dinâmico, insano, inventivo e repleto de figuras marcantes: Dee Wallace, Jake Busey, John Astin (Família Addams), R. Lee Ermey (repetindo o oficial de Full Metal Jacket), e especialmente Jeffrey Combs (Re-Animator) fazendo um agente do FBI enlouquecido por tantos anos de missões. Depois de Frighteners, o diretor entrou na produção da trilogia O Senhor dos Anéis.  👻👻👻👻

_________________________________
2002 Ghost Ship (O Navio Fantasma) • Grupo de resgate marítimo encontra embarcação desparecida há mais de 40 anos e que pode estar assombrada. Produção simpática que mais ou menos conseguiu escapar das armadilhas do terror-pipoca contemporâneo. Veja o post.
_______________________________
2005 An American Haunting (Maldição) • Ambientado em 1810. Donald Sutherland é John Bell um influente comerciante e dono de terras, mas um negócio ilícito fechado com uma das habitantes locais termina em sua punição pela justiça e pior, a camponesa roga uma maldição sobre John e sua filha. Logo um espírito maligno estará assombrando sua família. Terror acima da média sustentado pela presença de Sutherland e Sissy Spacek. Um pouco deslocado em sua pirotecnia narrativa, mas distante da histeria habitual e valorizado especialmente pelas ousadias de roteiro e revelações. Espíritos maus não são necessariamente os dos mortos! 👻👻👻

______________________________
2007 El Orfanato (O Orfanato) • Laura reabre o orfanato em que viveu quando criança para novas atividades, mas seu filho adotivo desaparece misteriosamente. Clássico contemporâneo produzido por Guillermo Del Toro. Veja no post.
______________________________
2009 The Uninvited (O Mistério das Duas Irmãs) • Depois da morte traumática de sua mãe adoentada, a jovem Anna passa por tratamento para superar o trauma. Quando volta para casa descobre que seu pai assumiu o romance com a enfermeira que cuidou da mãe. E pior, a enfermeira pode ser a responsável pelo acidente que a vitimou! Anna e sua irmã mais velha investigam o passado a enfermeira que poderá trazer revelações surpresa. Suspense em produção convencional na linha pop, mas que cresce muito bem até a reviravolta de conclusão. Baseado no sul-coreano Tale of Two Sisters (2003). Tem relações com The Other (A Inocente Face do Terror). 😈😈😈

______________________________
2011 The Awakening (O Despertar) • Investigadora de casos sobrenaturais e charlatanismo se defronta com situações que a fazem rever seu ceticismo. Grande suspense em produção impecável. Veja no post.
_____________________________
2012 The Woman in Black (A Mulher de Preto) • Produção curiosa que mereceu admiração por motivos diversos: leva o nome da empresa Hammer (renascida das trevas!!!), explora o sobrenatural vitoriano para uma geração nova, tem um visual espetacular e tem o Harry Potter marmanjo tentando tocar a carreira adiante. Coitado do Heatcliff, aqui ele não faz muita coisa além de desfilar aquela carinha de piedade o filme todo! Ele é um advogado tratando da papelada de venda de uma velha propriedade. Mas o local é habitado por um espírito que induz as crianças da região a suicídios. A direção de arte é um show estético invejável, mas a profusão de jumps idiotas enfraquecem bastante o filme. Baseado em livro de Susan Hill. 😈😈

______________________________
2013 Mama • Duas crianças perdidas após um acidente na floresta são protegidas por um espírito. Variação muito boa do tema de assombração. Veja o post.
______________________________
2014 Jessabelle • Jovem se recupera de um acidente e passa a viver com o pai que a abandonou. Produção modesta e bem eficiente. Veja o post.
______________________________
2014 The Quiet Ones (A Marca do Medo) • Professor universitário e um grupo de alunos fazem estudos baseados no comportamento da jovem Jane, supostamente possuída por um espírito. Jane é mantida em um cativeiro infindável para testes e observação até que o espírito se manifeste. Nesse tempo, as relações da equipe oscilam entre preocupação pessoal por Jane ou simples interesse pelo caso, e abalam o experimento. Terror bem bacana em sua estrutura diferente de relação entre os personagens. Mas vai perdendo a força na maratona de jumps banais e na conclusão não muito bem narrada. 😈😈

_______________________________
2016 A Dark Song • Totalmente diferente do padrão do gênero! Uma mulher em busca de vingança se isola em uma casa e com a ajuda de um médium tenta descobrir os responsáveis pela morte de seu filho. Veja no post.
______________________________
2017 The Lodgers • Duas crianças vivem isoladas em casarão por determinação de espíritos ancestrais. Notável produção irlandesa. Veja o post.
_______________________________
2017 The Canal • Produção irlandesa sobre restaurador de filmes que investiga mortes ocorridas há décadas e que interferem em sua sanidade. Veja o post.
_______________________________
2017 Ghost Story • O espírito enquanto vítima! Grande drama sobrenatural e um dos melhores do fantástico contemporâneo. Veja no post.


Nenhum comentário:

Postar um comentário